Descansou o teólogo Joaquim Beato (1924-­2015)

Nilton Emmerick - 30/07/2015

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No alvorecer do último 28 de julho, faleceu em Vitória, Estado do Espírito Santo (ES), o teólogo brasileiro, professor, filósofo e sociólogo Rev. Joaquim Beato. Foi ordenado Pastor Presbiteriano em 1949, tendo passado pelos Presbitérios de Itapemirim, Colatina e Vitória, ES. No Presbitério de Vitória, PVTR-IPU, desde 1950, recebeu o Título de Pastor Emérito. Pastoreou as Igrejas Presbiterianas, ES, de: Rio Muqui, Rio Novo do Sul, Vargem Alta, Independência, Colatina, Santa Fé, São Salvador, São Domingos, São Gabriel da Palha, Águia Branca, São Francisco, Vermelha, Baixo Guandú, Afonso Cláudio. Pela Igreja Presbiteriana Unida do Brasil, IPU, pastoreou: Primeira de Vitória, Segunda de Vitória, Jardim Tropical e Laranjeiras.

Na sua formação acadêmica, concluiu o bacharelado em Teologia no Seminário Presbiteriano do Sul em Campinas, SP, em 1948. Especializou-se em Hebraico e Antigo Testamento pela Universidade de Edinburgh, Escócia, 1955–1956 e em Apocalíptica pela  Universidade de Oxford, Inglaterra, 1968–1970. Cursou Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, São João Del Rei, MG, 1972 – 1973. Especializou-se em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG,  1976. Obteve créditos completos para Mestrado em Antropologia Social pela UNICAMP, Campinas, SP, 1978 e para Doutorado em Sociologia pela USP, São Paulo, SP, 1979-1981.

Foi Reitor e Professor de Bíblia, em especial Antigo Testamento (AT), no Seminário Presbiteriano do Centenário em Presidente Soares, MG e Vitória, ES, 1959–1967. Foi Professor de: Sociologia (5 anos) e Filosofia (20 anos) na Universidade Federal do Espírito Santo, ES, 1972–1991; Introdução ao AT no Centro Anglicano de Estudos Teológicos, São Paulo, SP, 1980-1981 e Faculdade Metodista de Teologia, São Paulo, SP, 1980; Hebraico (AT), Grego (NT), Antropologia da Religião, Filosofia da Religião, Ecumenismo, Hermenêutica e Exegese Bíblicas na FAESA Ensino Superior, Vitória, ES, 2002-2005; História de Israel, História da Religião de Israel, Métodos de Interpretação da Bíblia e Religiões do Antigo Oriente Próximo na Faculdade Teológica Unida, Vitória, ES, 2003-2005 e por último, Hebraico AT, Introdução ao AT, Introdução ao NT, História de Israel, História da Religião de Israel, Hermenêutica e Exegese Bíblicas, Teologia do AT e Teologia do NT no Centro de Formação Teológica Richard Shaull do Presbitério de Vitória, PVTR-IPU, Vitória, ES, 2001-2014.

Foi membro da Comissão de Fé e Ordem do Conselho Mundial de Igrejas, CMI, 1961-1966 e Preletor na Reunião da Comissão de Missão e Evangelização do CMI em Melbourne, Austrália, 1981, expondo o tema “Boas Novas para os Pobres da América Latina” para 2000 cristãos (ãs) do mundo inteiro com tradução nas quatro línguas oficiais do evento. Foi Presidente do Instituto de Esudos da Religião, ISER, Rio de Janeiro, RJ. Foi denunciado e perseguido durante a ditadura e repressão militar no Brasil (1964-1985), o que o levou a participar em várias frentes, na resistência com sua voz profética e na organização da Igreja Presbiteriana Unida do Brasil, IPU, onde ocupou o cargo de Moderador do Conselho Coordenador, 1998–2000. Sobre este período, Joaquim Beato prestou depoimento à Comissão Nacional da Verdade, em Vitória, 2013. Foi membro e Presidente da Comissão Ecumênica Nacional de Combate ao Racismo, CENACORA, SP e membro do Grupo de Trabalho Interministerial para Promoção da População Negra do Governo Federal, Brasília, DF, por 6 anos. Foi Presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs­, CONIC, Brasília, Distrito Federal, 1998–2002, “numa gestão marcada por uma ampla abertura ao diálogo e um interminável compromisso com o direito dos menos favorecidos” (www.conic.org.br). Foi membro da Assembléia Geral, da  Assembléia Administrativa e do Conselho Consultivo da Sociedade Bíblica do Brasil, SSB, Barueri, SP. Foi Preletor na Conferência do Nordeste em Recife, Pernambuco, 1962, sobre o tema: “Os profetas de Israel em Épocas de Transformações Sociais” e Preletor na Comemoração dos 50 anos da Conferência do Nordeste promovido pela Faculdade Teológica Unida, Vitória, ES, 2012. Realizou Palestras e Conferências sobre temas bíblico-teológicos na Bolívia, Chile e Colômbia. Foi Membro da Comissão Ecumênica de Teólogos do Terceiro Mundo por vários anos.

No Serviço Público ocupou os cargos de: Assessor da Fundação Cultural do ES, 1971-1978; Secretário de Estado do Bem-Estar Social, ES, 1972-1991; Secretário de Estado da Educação, ES, 1987; Secretário Municipal de Cultura, Vitória, ES, 1993, 09/1994, 02/1995 e 12/1996; Senador da República (1994-1995); Secretário Municipal de Cidadania, Vitória, ES, 1998; Assessor Especial na Casa Civil e Secretaria de Estado da Agricultura, ES, 2004-2010.

Em 2014, na preparação da homenagem pelos 90 anos que recebeu do PVTR-IPU, Beato comentou que o que mais marcou sua caminhada foi: “A experiência da Educação Teológica no Seminário Presbiteriano do Centenário; Participar do esforço permanente empreendido pelo PVTR-IPU na implantação e desenvolvimento do Ensino Teológico; Usar como ferramentas de trabalho as disciplinas especificamente bíblicas e outras como Filosofia, Sociologia (esta como base de uma teologia mais ligada ao viver dos povos bíblicos), Antropologia e Crítica da Forma, como instrumento de exegese (intervenção) do humano num livro divino-humano; Estar agradecido sempre ao Senhor da vida pela vocação/missão confiada ao aniverariante e pelo reconhecimento interno da igreja cristã e fora dela no âmbito da sociedade nos seus mais diferentes seguimentos.”

“Ao ser entrevistado (2000) pela revista ”Reflexus” do Curso de Teologia e do Programa de Mestrado em Ciências da Religiões da Faculdade Unida de Vitória, ES, o pastor e professor Joaquim Beato traçou seu perfil de modo simples: ‘A minha formação básica é Bíblia, mas numa visão de que o pensamento bíblico não é um pensamento nascido nas alturas dos céus, mas nas lutas de cada dia’.” (www.seculodiario.com)

“Descansou um defensor dos direitos humanos, da igualdade racial e do diálogo ecumênico.” (Presb. Anita Sue Wright Torres–Moderadora do PVTR-IPU na Celebração Gratulatória pela vida de Joaquim Beato)

Deixa esposa (Vitória), duas filhas (Rosaura e Lucila ) e um neto (Vitor).

Presb. Nilton Emmerick Oliveira (PVTR–IPU)

Membro da Junta Diretiva do CLAI




« Voltar

Compartilhe

 

Conselho Latino Americano de Igrejas - Região Brasil
Rua Amaral Gurgel, 452 - Sobreloja Vila Buarque Cep: 01221-000 São Paulo - SP
E-mail: claibrasil@claibrasil.org.br